terça-feira, abril 30, 2013

Conduz devagar...ou talvez não!

O amor é cego


choque cultural...


o violinista


Austeridade provoca suicídio, depressão e doenças infeciosas


Dois professores universitários fizeram uma investigação e concluíram que a austeridade pode causar suicídio, depressão e aumento de doenças infeciosas.

A austeridade está a ter um efeito devastador sobre a saúde na Europa e na América do Norte, é esta a conclusão de dois investigadores que será publicada no livro "O corpo da economia: porque mata a austeridade", de acordo com a "Euronews".
David Stuckler, professor da Universidade de Oxford, e Sanjay Basu, da Universidade de Stanford, concluíram que os cortes orçamentais podem provocar suicídio, depressão e doenças infecciosas devido à redução do acesso a medicamentos e cuidados de saúde.
As conclusões deste estudo fazem parte do livro "O corpo da economia: porque mata a austeridade", no qual os investigadores defendem que a austeridade causou dez mil suicídios e um milhão de casos de depressão na Europa e América do Norte.
Os professores dão o exemplo da Grécia, onde os cortes na prevenção do HIV levaram ao aumento de 200% da taxa de infetados. Nos EUA, mais de cinco milhões de americanos perderam o acesso aos cuidados de saúde durante a última recessão. Na Grã-Bretanha, cerca de dez mil famílias foram morar para a rua devido aos cortes do Governo.
E em Portugal, como é? Não deverá ser melhor...


Eleições na Islândia


Primavera europeia


Mortos por Assad


sábado, abril 27, 2013

Caamora | The Storm | She

Utilizar mascotes nunca foi a solução...

Paul Bloom: as origens do prazer



Por que gostamos mais de uma pintura original que sua cópia? O psicólogo Paul Bloom argumenta que os seres humanos são essencialistas - que nossas crenças sobre a história de um objecto modifica como nós o vemos, não como uma ilusão, mas como uma característica profunda do que é prazer (e dor).

Damon Horowitz: Filosofia na prisão



Damon Horowitz ensina filosofia através do Prison University Project, levando aulas de nível universitário aos reclusos da Prisão Estadual de San Quentin. Nesta poderosa e curta palestra, conta a história de um encontro com o certo e o errado que rapidamente se torna pessoal.

A morte anda à solta na Síria


quarta-feira, abril 24, 2013

Emma Stone vai protagonizar novo projeto de Woody Allen


Woody Allen ainda não estreou o seu novo filme, “Blue Jasmine”, mas de acordo com a Deadline, o cineasta norte-americano já prepara mais um projeto e conta com Emma Stone (O Fantástico Homem-Aranha) para o concretizar.
Como seria de esperar, nenhum detalhe foi avançado sobre essa nova obra, mas dada a produtividade do cineasta, que nos habituou a um ritmo de lançar uma longa-metragem por ano, antevê-se que a produção comece as filmagens a curto prazo, esperando-se uma estreia nas salas em 2014.
Recordamos que “Blue Jasmine” chega aos cinemas norte-americanos no final de julho e conta no elenco com Cate Blanchett, Alec Baldwin, Bobby Cannavale, Michael Stuhlbarg, Louis C.K., Andrew Dice Clay, Sally Hawkins e Peter Sarsgaard.

PARA QUE É QUE SERVE A FILOSOFIA









E nunca, mas nunca esquecer...que a entidade que mais fabrica factos é o Estado!

O emprego na Europa